A importância da acessibilidade e das legendas no audiovisual

Texto de Tamara Caminha, Tradutora e Especialista em Legendas da FURIA.
Créditos da imagem: reprodução/FURIA
Créditos da imagem: reprodução/FURIA

Olá, Furiosos! Meu nome é Tamara, mas meu apelido no cenário é Tammy e sou a tradutora, intérprete e legendista da FURIA. Hoje vamos falar um pouco sobre as legendas no ramo do audiovisual, um tema importantíssimo que as pessoas não dão a devida atenção. Irei contar para vocês um pouquinho de como funciona meu trabalho de legendas dentro da FURIA. Venha conferir tudo sobre esse tema nessa exclusiva ao The Move.

O QUE SÃO LEGENDAS E QUAL A SUA IMPORTÂNCIA

As legendas representam conteúdo textual de qualquer tipo de conteúdo audiovisual, como filmes, vídeos no YouTube, Reels, Tikoks e muito mais. As legendas geralmente fornecem tradução e são transcrições diretas de diálogos falados. Essencialmente, as legendas são para pessoas que não são capazes de ouvir (surdas ou ensurdecidas - LSE) ou que não conhecem a linguagem do conteúdo audiovisual.

Os objetivos das legendas incluem facilitar a tradução de idiomas, minimizar ruídos ou distrações, comunicação in-game dos jogadores, vlogs, auxiliar na pesquisa e navegação, atender às normas legais e regulamentares, além de garantir a acessibilidade para  assegurar que produtos, serviços e informações sejam utilizáveis por todos.

As normas de legendas da FURIA foram criadas principalmente com base na Norma da ABNT 15.290, que estabelece acessibilidade em comunicação, e no “Guia para produções audiovisuais acessíveis”, produzido pelo Ministério da Cultura com apoio de uma equipe de docentes e pesquisadores(as) na área, que trazem referências e boas práticas recomendadas no Brasil e no exterior.

As legendas também podem fazer uma enorme diferença quando se trata da estratégia de SEO (Search Engine Optimization, ou Otimização para Mecanismos de Busca). “Isso porque o Google e outros buscadores não podem ‘assistir a um vídeo’, mas conseguem obter informações através do texto incluído nas legendas”, explica Wagner Medici, diretor de vendas do Grupo Steno, empresa especializada em acessibilidade.

As legendas na FURIA são mais do que apenas legendas, elas tornam nossos conteúdos acessíveis para quem necessita (surdos e ensurdecidos - LSE). Acessibilidade nas legendas são essenciais para a FURIA e seguem as diretrizes da empresa e da nossa área de DEI, fazendo a diferença na vida de muita gente. 

É importante pontuar que há diferença entre legendas feitas para pessoas surdas e ensurdecidas (LSE) e legendas direcionadas a ouvintes. De maneira resumida, as legendas para quem ouve traduzem ou descrevem apenas as falas, auxiliando no entendimento do conteúdo ou apenas para visualização sem áudio. Já as direcionadas para pessoas que não ouvem, incluem informações e marcações de todos efeitos sonoros importantes na cena, como música, latidos, gritos, choros, risos, sons de motores, de trovão, etc.

Quando estiverem pensando em colocar legendas em seus conteúdos audiovisuais, por favor, se atentem à pontuação, gramática e normas ABNT. Dessa forma, estaremos facilitando a vida das pessoas, além de deixar mais profissional, não é mesmo?

“Beleza, Tammy, mas por onde começar? Não tenho condições de pagar um profissional.”

Primeiro, precisamos de um programa/software para execução e atualmente no mercado temos muitas opções,  dentre elas: CapCut, Aegisub, Subtitle Edit, VEED.IO, AutoCap e por aí vai. Essas ferramentas fazem a legendagem automática, facilitando seu trabalho com IA, mas não se esqueça: a IA também erra e provavelmente suas legendas não estarão tão precisas e escritas corretamente, será necessário fazer uma revisão e reescrever os termos errados. Caso haja a condição financeira para pagar um legendista, FAÇA. Ele se especializou nisso e se for da área do audiovisual, melhor ainda e faz toda a diferença.

OS DIFERENTES TIPOS DE LEGENDAS

CC (closed caption): legenda oculta em texto que aparece opcionalmente na tela onde está sendo exibido o vídeo a partir do acionamento do dispositivo decodificador, interno ou periférico. Ela pode ser produzida em tempo real, ou seja, no mesmo instante em que o programa está sendo exibido, ou pode ser inserida manualmente ou automaticamente depois que o vídeo estiver pronto ou gravado.

Legenda aberta ou “queimada”: inserida no arquivo final do vídeo e fica sempre visível. É bastante utilizada em vídeos para as redes sociais, especialmente o Instagram, já que ainda não permite anexar um arquivo de legenda .SRT. O X (antigo Twitter) já conta com a opção de incluir um arquivo de legenda, mas apenas se for usuário premium.

Do ponto de vista da acessibilidade, é sempre melhor optar pelas legendas ocultas, pois podem ser lidas pelo leitor de telas, beneficiando também pessoas com baixa visão severa ou cegueira, e pelo teclado Braille, utilizado também pelas pessoas surdocegas. Outro benefício dessa versão é permitir a escolha de idiomas (especialmente no Youtube), além de possibilitar ser editada para fazer ajustes nos textos, caso seja necessário.

É isso, galera. Eu provavelmente poderia desenvolver muito mais sobre o tema aqui com vocês, mas acho que por hora conseguimos mostrar o quão importante são legendas para a área do audiovisual e vocês puderam entender um pouquinho mais sobre. Quem sabe não rolem mais textos sobre a área de tradução e legendas por aqui, né? 

Um beijo da Tammy, e até mais!

Veja também

No stories found.
logo
The Move
themove.gg